09 abril 2015

Inês: Desde o primeiro dia elas ficaram lindas!!



Olá meninas :)
Uma vez que li várias vezes os testemunhos neste blog antes de tomar a minha decisão, sinto que também devo partilhar convosco a minha experiência.
Tenho 20 anos e nunca tive peito nenhum. Pode parecer cedo, mas a verdade é que não existe idade para nos sentirmos bem connosco próprias e eu nunca me senti bem com essa parte do meu corpo. Tenho 1,63m e peso cerca de 54kg e, quanto ao soutien, não enchia uma copa A.
Uma vez que surgiu a oportunidade, não hesitei e após mais alguma pesquisa, decidi fazer a cirurgia. Fui operada no passado dia 31 de março, em Lisboa. O doutor transmitiu-me sempre muita confiança, pelo que o tamanho ficou ao critério dele, depois de eu dizer mais ou menos o que queria. Como eu sou magra, decidimos colocar por trás do músculo. Eu sabia que a recuperação iria ser pior mas, ainda assim, fiz questão que fosse por trás do músculo, pelas vantagens que tem em termos de resultados.
Quanto à cirurgia, não estava nada nervosa. Levei anestesia local e sedação e confesso que a anestesia foi uma parte dolorosa, mas o doutor esteve sempre comigo a tranquilizar-me. Quando acordei não conseguia parar de tremer e por isso tinha os músculos do tronco super tensos, o que me causava um desconforto terrível. Só consegui parar de tremer quando cheguei a casa e me deitei, porque até lá, sentia-me pessimamente, doía-me imenso e não conseguia mexer os braços. A incisão foi por baixo da mama e coloquei 305 cc.
Os primeiros dias foram desconfortáveis, mas nada que não se suporte… Digo-vos já que estava à espera de muito pior! A única parte chata era o deitar e levantar, tanto da cama como do sofá. Se não tivesse a minha mãe 24 h comigo, para me fazer tudo e mais alguma coisa, teria sido impossível. Não conseguia comer sozinha, ir à casa de banho, nem sequer coçar a cara! Apesar disso, quando estava deitada nem me lembrava que tinha umas maminhas novas, só mesmo as dores nas costas é que me faziam lembrar…Sim, porque dormir de barriga para cima não é muito confortável, principalmente para mim que nunca consegui adormecer enquanto não estivesse de barriga para baixo! Mas é tudo uma questão de hábito… Melhorei muito rápido, de dia para dia conseguia sempre fazer mais qualquer coisa sozinha. Não me colocaram drenos e nunca tive um único hematoma. Desde o primeiro dia elas ficaram lindas!!
No dia 6 fui tirar os pontos e comecei a usar um soutien que até então não usava (comprei o da Triumph). A partir daí, melhor ainda! No dia seguinte, uma semana depois da cirurgia, já andava eu a passear como se não fosse nada comigo!
Ainda não estou a 100% porque não posso fazer esforços nem levantar demasiado os braços, mas sinto-me muito bem e aconselho a todas as meninas que estejam com receio que sigam em frente. Acreditem, eu sempre fui muito “mariquinhas” e digo-vos que não é assim tão doloroso como se pensa. Ainda por mais, quando queremos muito uma coisa, vale sempre a pena!

Beijinhos :)

1 comentário:

The Brunette's Tofu disse...

Querida, qual foi o médico a que foste?