19 setembro 2010

Mamoplastia com tela de prolene

Com os diversos e modernos modelos de sutiãs disponíveis no mercado, é possível realizar o sonho de ter os seios durinhos e empinadinhos a qualquer momento. mas, infelizmente, esse sonho só dura pelo tempo em que estamos usando essas peças milagrosas. Agora, se você, assim como a maioria das mulheres, adoraria ter seios perfeitos 24 horas por dia, está na hora de conhecer a tela de prolene.


Conquistar seios perfeitos não é mais sinônimo de prótese de silicone e sutiãs específicos. A cirurgia de mamoplastia com tela de prolene, também conhecida como sutiã interno, utiliza a tela de prolene para dar sustentação aos seios e o melhor, não há o perigo de rejeição e o resultado é permanente. Ficou curiosa? Confira alguns detalhes desta cirurgia que promete dar o up que faltava em sua vida.



O QUE É PROLENE?
É um material feito de polipropileno - um polímero sintético muito utilizado na medicina para a confecção de fios cirúrgicos de sutura e telas de sustentação para reconstrução e correção de hérnias. Ele possui baixa interação com o organismo, permite ser esterilizado, tem grande resistência, é flexível, apresenta memória de sua forma e é incorporado ao tecido por fibrose (processo lento e progressivo em que o organismo envolve o corpo estranho para isolá-lo).

COMO É A CIRURGIA?
Indicada principalmente para pacientes com mamas não muito volumosas e com flacidez de leve a moderada, essa cirurgia é realizada sempre em ambiente cirúrgico. A anestesia utilizada varia desde a local associada à sedação até a anestesia geral, dependendo da escolha do cirurgião e do anestesista. "As incisões são feitas ao redor da aréola para retirar o excesso de pele na região, depois a glândula mamária é modelada recortando a glândula de acordo com a necessidade (podendo ser lateralmente, medialmente, pólo superior, pólo inferior ou base) para, em seguida, colocar a tela sobre a camada mais profunda da pele e suturá-la ao plano imediatamente acima do músculo", explica o cirurgião plástico Fernando Fernandes (SP). Depois, é feito o reposicionamento do revestimento cutâneo. "É como se vestíssemos a mama remodelada com a pele, ou seja, esticamos o tecido sobre ela, ajustando-o ao novo formato e, se necessário, retirando o excesso de pele com uma incisão exatamente no local do corte inicial", complementa. Em seguida é feita a sutura da incisão com fios nylon monofilamentar, na maioria das vezes.



QUAL O GRANDE DIFERENCIAL DA TÉCNICA?
Em uma cirurgia de mama, a principal dificuldade do cirurgião está em manter o resultado atingido por mais tempo, já que com o passar dos anos ocorre uma queda normal e natural da mama, pois o processo de envelhecimento continua a existir. "O uso de tela de prolene associada à mamoplastia leva a um resultado mais duradouro, mantendo a mama na posição desejada por um período de tempo maior, e a troca da tela não é necessária", esclarece o cirurgião plástico Henrique Siqueira (SP). Outra vantagem desse procedimento é que o tamanho da cicatriz é pequeno, já que a incisão é periareolar. Isso sem mencionar que a tela de prolene tem em sua composição química uma estrutura molecular que é melhor aceita pelo organismo, levando a uma menor rejeição.

COMO A TELA DE PROLENE DÁ SUSTENTAÇÃO?
O que levanta realmente os seios é o remodelamento que o cirurgião plástico faz antes da colocação da tela de prolene. A tela em si fornece uma sustentação mais duradoura que os ligamentos anatômicos (estruturas que sustentam a mama), como se a mulher estivesse um sutiã interno. É importante lembrar que a tela é feita de um material sintético, estranho ao organismo e que, apesar de pouco reativo, ela sofre um processo de fibrose (é como se o organismo pudesse isolar esse corpo estranho sem colocá-lo para fora).

EXISTE ALGUMA CONTRAINDICAÇÃO?
Essa mamoplastia com tela de prolene é uma cirurgia contraindicada para mamas muito grandes que necessitam retirar muita pele e também quando a paciente deseja aumentar o volume dos seios, neste caso usamos as próteses de silicone.



COMO É O PÓS-OPERATÓRIO?
Os cuidados durante o período de recuperação devem ser os mesmos de uma mamoplastia normal: o dreno é retirado após 24 horas, o sutiã modelador deve ser usado por 90 dias quando também serão liberadas as atividades físicas. O resultado final só aparecerá em torno do terceiro mês.

ESSA CIRURGIA É MUITO CARA?
O preço de qualquer cirurgia varia de acordo com a equipe médica e local onde ela é realizada. Mas pode-se dizer que o preço varia entre R$8mil a R$12mil, sendo bem próximo do valor de uma mamoplastia redutora, por exemplo.


@ http://oficinadamoda.com.br

1 comentário:

Anónimo disse...

Oie!!!
Queria saber se é melhor uma mamoplastia ou colocar a tela de prolene????
Eu tenho um seio muitooo pqueno e estava pensando quanto custa fazer uma mamomplatia aqui no Brasil????
Se vc souber sera que vc pode me responder????
Obrigada=]