29 outubro 2008

cancro da mama e a mamoplastia

Anónimo disse, em 13 de Outubro de 2008

Parabéns pelo blog!!!
É muito reconfortante ver a disponibilidade e simpatia com que respondes a todos os comentários, já para não falar nas excelentes dicas que vais colocando no blog.
Estou a pensar fazer também esta operação, aliás não penso noutra coisa desde os meus 17 anos... e já estou com 33... ainda não tive coragem por ler tanta coisa, que por um lado me encoraja, mas na hora h fico com uma ansiedade enorme que tudo corra mal e me venha a arrepender... neste momento uso um 32B, e gostaria de aumentar 1 número ou 2, ou copa??? não sei bem... mas como tenho antecedentes familiares de cancro da mamã e tenho um pequeno nódulo num dos seios (até agora sempre resultados benignos) isso faz-me ter um bocadito de receio porque fico a pensar que os resultados dos exames para detecção do problema podem não ser tão conclusivos. Mas a verdade é que dias há (a maior parte deles) em que o mal estar psicológico que este problema me provoca faz com que a vontade de mudar seja muita... Acho que muitas pessoas não chegam a entender o quanto isto pode afectar a nossa auto-estima. Peço desculpa pelo longo testamento de lamúrias... era um desabafo. :) Mas ler este blog dá-me sempre razões para pensar que vale a pena. Agora uma dúvida mais prática: tens falado que fizeste inserção da prótese debaixo do músculo.. qual a vantagem, ou em que situações é indicada esta técnica??
Beijinhos e continua a dar-nos notícias :))

A questão de colocar ou não, havendo antecedentes de cancro da mamã, é bastante dificil... mesmo sem antecedentes, é sempre de ponderar, porque de facto a protese pode vir a "esconder" algo, em especial se for colocada por cima do musculo...
Segundo o meu cirurgião e o meu ginecologista, o prótese colocada por baixo do músculo não tem qualquer inconveniente porque pode-se fazer todos os exames - ecografia e mamografia, tal como num peito sem prótese.
Mas acho que deves falar com um ou vários especialistas do assunto para te ajudarem a decidir... não é um assunto fácil nem deve ser tratado de forma ligeira.

Em relação à autoestima.... isso é incontestável. É uma diferença imensa... tornamo-nos mais mulheres, mais completas, mais femininas....só me arrependo de não ter colocado há mais anos!!
por cima, não fica tão natural e tem mais riscos de contracturas capsulares e rejeições.. já para não falar de poder prejudicar as glandulas mamárias ou os testes mamários. Por baixo fica mais natural, mas é mais dolorosa... depois é mais arriscada para quem pratica desporto porque o músculo pode deslocar a protese, caso uses mt os peitorais...
Em qualquer situação, o melhor é ouvir a opinião do cirurgião, que deverá ser o melhor a aconselhar, em função da tua situação.
Bjs e boa sorte!! Sê feliz!!!

Tendo em conta o assunto levantado, deixo este artigo de hoje, sobre o cancro da mamã...
Estejam atentas!



Cancro da mama mata 1800 portuguesas por ano

O cancro da mama mata por ano 1800 mulheres portuguesas, alertou hoje o presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Vítor Veloso, referindo ainda cinco mil novos casos anuais no país.

O número de casos conhecidos tem aumentado nos últimos cinco anos devido ao alargamento de rastreios, que permitem a detecção precoce da doença, e aos estilos de vida actuais, que incluem stress, má alimentação, sedentarismo e tabaco.

(...)

A nível de tratamentos, Vítor Veloso referiu as inovações a nível da radioterapia, cujos equipamentos são actualmente "mais dirigidos e mais eficazes", e da hormoterapia e quimioterapia.

Os mesmos avanços foram assinalados por Pedro Pimentel também como uma razão para os "ganhos significativos" no controlo da doença.

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1347919



3 comentários:

Dolphin disse...

Olá,

Pelo que o meu médico que informou, não há nenhum problema em fazer mamografias depois de colocar prórteses, ou melhor, tens de fazer os mesmos exames de rotina se não as tivesses, tens é que avisar o técnico que te estiver a fazer a mamografia que tens prótese. O único inconveniente de ter próteses é mesmo dificultar a visualização de algumas partes da mama.

Anónimo disse...

Olá a todas.
Vou colocar proteses em fevereiro já tenho tudo marcado.
Li os vossos testemunhos e queria deixar um pouquinho do que sei, do que perguntei e investiguei,pode sempre servir para ajudar alguém.
Tenho 28 anos e antes de tomar esta decisão fiz uma eco mamária, já tive um filho e tb tenho um gangleo na mama direita com 8 milimetros, que o médico diz ser normal,visto que já tive um bébé e dei de mamar, e disse-me que não há problema nenhum em por implantes.
Quando o implante é posto debaixo do musculo não interfere de forma alguma com as ecos ou mamografias,tem é que se posicionar a mama de forma dif.
Aliás as estatisticas dizem que a detecção de cancro na mama é maior nas mulheres que têm proteses justamente porque tem maior preocupação em palparem-se e fazerem os exames de rotina em relação as outras.
obrigado a todas deixo o meu mail gostava de trocar impressoes com elguém que ja foi operada.
sofiaana1980@hotmail.com

Mamoplastia de Aumento disse...

A Mamoplastia de aumento não aumenta e não diminui o risco de câncer da mama. As mulheres "com" ou "sem" implantes mamários estão sujeitas ao mesmo índice de risco.

No entanto, os implantes de silicone podem interferir com a capacidade da mamografia radiografia dos seios que mostra tumores muito antes de serem percebidos pela mulher ou médico - recomendado a partir dos 40 anos ou a jovens com histórico familiar de câncer de mama em avaliar o tecido mamário. A presença do implante mamário pode, por conseguinte, atrasar o diagnóstico de câncer de mama.

As mulheres com história de cancro da mama na família têm um risco acrescido de desenvolver a doença. Neste caso, devido à dificuldade de diagnóstico, elas devem reconsiderar cuidadosamente a mamoplastia de aumento. Se você se encaixa neste grupo de risco converse com o cirurgião plástico sobre a possibilidade de colocar os implantes atrás do músculo do peito.