25 março 2008

a anestesia

Em resposta ao anónimo, que julgo seja uma Anónima :)

A minha cirurgia foi feita com anestesia local, com sedação.
Entrei para o bloco, colocaram algo no soro, supostamente para relaxar e... acordei!
Acordei na sala de recobro, meia grogue, mas sem dores, bem disposta, com os médicos a comentar que já sorria.
A zona do peito estava dormente, como quando se sai do dentista.
Claro que umas horas depois, quando a anestesia local passou, comecei a sentir algumas dores. Mas nada que maravilhosas drogas não resolvessem! :)

Segundo o médico, não havia necesidade de suportar mtas dores!

O que mais me custou nos 1ºs dias foi mexer os braços. Como os implantes foram colocados por baixo dos musculos, qualquer movimento doía...
Outro sintoma "mauzinho": depois da cirurgia normalmente surgem nauseas... tive que tomar mais umas drogas para os enjoos... porque, por 3 vezes ao longo da tarde, quando mexia a cabeça tinha vómitos.
Se mexer os braços fazia doer o peito, imaginem quando tinha vómitos, que fazem "saltar" o peito!!! isso doeu...


apesar destas coisas menos boas, como em tudo na vida, o que fica na memória é a parte boa da coisas... e a sensação de ter o peito bonito, de me sentir finalmente "completa", supera qualquer coisa menos agradável!!
Se voltasse atrás, passava por tudo outra vez!


Quanto ao pagamento... no meu caso paguei tudo no espaço de poucos dias. Mas também não perguntei se podia ser em várias fases...
Como era algo que planeava há mt, já tinha o valor de lado.


Lembro que, tanto para a questão da anestesia, das dores ou do pagamento, cada caso é um caso, cada paciente é único e cada médico tem a sua técnica e forma de trabalho. Esta é a minha história...

3 comentários:

Anónimo disse...

olá! de não te importares, podias dizer o preço de cada consulta no dr santa comba? estou interessada em saber preços porque tenho uma irmã gémea com o mesmo problema que eu. então as despezas seriam a dobrar..! vou ver se consigo avançar nesta ideia, mas vai ser difícil sem o apoio dos meus pais. eu tenho mesmo a certeza que eles reprovam a ideia. são muito conservadores. através do serviço nacional de saúde, sei que eu conseguiria a cirurgia, mas não quero me imaginar a passar outro verão.. custa-me muito.. tenho sempre depressões no verão. a minha irmã mais velha tem uma loja de lingerie.. não há um sutien que me sirva.. fico mesmo triste..
maria

Purple Butterfly disse...

olá!

em relação ao preço, vê o post: http://mamoplastiadeaumento.blogspot.com/2008/04/preos-da-cirurgia.html
eu sempre pensei q os meus pais fossem odiar a ideia e reclamar mt.... mas foi ao contrario! apoiaram-me imenso!! a sério...
e aconteceu exactamente o mesmo c uma amiga minha....
estava a pensar fazer só p o ano, por causa dos pais, p os convencer... e entretanto já fez pq eles perceberam logo o importante que era para ela ter peito! olha, já fez a cirurgia e está mais feliz q nunca!!! :)
por isso, boa sorte!!

vai dando notícias!
bjinhos

Anónimo disse...

OLá!

Gostava de sugestões de médicos para uma consulta de avaliação pos-operatória.
Fiz uma cirurgia com a Dr. ª Ana Gonçalves da clínica do Povoas em Lisboa (mamoplastia de aumento); mas o resultado foi terrível! odiei o resultado e custa-me acreditar que aos 32 anos vou ficar com o peito neste estado..
com efeito, gostava de te uma opinião/ avaliação de um outro cirurgião sem ligação a esta medica.. será que existem alguma clínica que esteja habituada a lidar com casos de operações mal sucedidas??.